A Associação Brasileira de Pacientes com Lipedema (ABRALI) foi criada pela estudante de medicina e paciente de lipedema Paula Frederichi de Souza, a partir da idealização conjunta de pacientes em busca de respostas sobre a doença.

        O sonho começou quando ela foi diagnosticada com a doença e então começou a estudar sobre o assunto, se deparando com uma literatura falha e pouco explicativa. Foi então que encontrou junto a outras pacientes o desejo de difundir o assunto e com isso ajudar outras mulheres acometidas por essa doença.

        Paula começou a produzir trabalhos científicos e levar o tema Lipedema para congressos médicos, conquistando prêmios e criando um espaço cada vez maior para se falar sobre lipedema. Além disso criou uma página no Instagram (@lipedemabrasill) onde relata a sua jornada com a doença, e aborda algumas temas sobre lipedema questionados por outras pacientes.

      A luta e o desejo de tornar esse assunto mais conhecido e futuramente conquistar o CID para a doença fez com que o projeto saísse do papel, tornando a ABRALI uma realidade.

      A fundação se concretizou no dia 19 de Outubro de 2019, a partir da realização da Primeira Jornada de Lipedema no Brasil, que ocorreu em São Paulo - Capital, e contou com a presença de pacientes de diferentes estados do Brasil, além de profissionais que aceitaram o convite para fazer parte desse grupo. A intenção da Jornada foi iniciar no país, eventos direcionados ao tema para, com isso, disseminar mais informações para que outros profissionais se interessem pelo Lipedema. Sem dúvida estão sendo colhidos muitos frutos, visto que desde então muitos projetos têm sido iniciados em prol do Lipedema, mostrando que nosso objetivo está se concretizando, que é o de estimular pacientes e profissionais a discutirem o tema.

      Frase sempre dita e consolidada por nós: SOMOS MUITO MAIS DO QUE APENAS PERNAS!

 

Paula Frederichi de Souza

Presidente da ABRALI

Associação Brasileira de Pacientes com Lipedema - ABRALI

Todos os direitos reservados. Março 2020